Sala do Empreendedor é responsável pela abertura de 54% dos MEIs de Ponta Grossa

 O órgão também ultrapassou o dobro da meta de atendimentos neste ano, passando de 40 mil

A Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional tem como incumbência orientar, estimular e auxiliar as atividades desenvolvidas por entidades públicas e privadas que possam influir no incremento dos setores comercial, industrial, tecnológico e aeroportuário de Ponta Grossa. Para isso, conta com diversos setores que atendem desde a pessoa que busca capacitação e oportunidades de emprego até grandes industriais e aqueles que querem abrir seu próprio negócio – para estas existe a Sala do Empreendedor, que a cada dia mais ganha espaço e se consolida como órgão de apoio ao pequeno empresário.

No início de 2017 foram definidas metas, que deveriam ser alcançadas durante todo o ano. Uma delas é o número de atendimentos, que se esperava ser de 20 mil e nesta semana já chegou a quase 40.200. Entre os serviços ofertados, por exemplo, está o auxílio para emissões da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN), documento obrigatório na modalidade de microempresa individual (MEI). Até agora mais de quatro mil MEIs buscaram essa assistência, sendo que a meta era a metade deste número.

Entre os outros serviços ofertados pelo órgão estão dados sobre registro de funcionários, alterações cadastrais, orientação sobre licenças e também informações sobre licitações governamentais. Sobre isso, a coordenadora da Sala do Empreendedor, Tônia Mansani, destaca que o Município tem usado as compras públicas como propulsor do micro e pequeno empresário. “Entre o ano passado e o primeiro semestre de 2017 investimos mais de R$ 55 milhões provenientes de licitações exclusivamente nestas modalidades de empresas. Enquanto em 2015 essa participação representava apenas 0,25% do total de licitações, nesse ano já passou 20%”, explica Tônia.

Mas o que é considerado por muitos como o principal serviço da Sala do Empreendedor mostra um número ainda mais significativo. Das 12.363 microempresas individuais abertas em Ponta Grossa, a abertura de 6.733 foi feita pelo órgão municipal – o correspondente a aproximadamente 54,4%.

Conforme analisa o secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Carbonare, uma das características da modalidade do microempreendedor individual é a auto-gestão. “Por ser um termo legal, muitas vezes quando falamos ‘MEI’ as pessoas não se dão conta de quem são estes empresários: são os trabalhadores que possuem negócios pequenos que geralmente não permitem investimento em assessoria fiscal, por exemplo. Por isso que a Prefeitura dispõe de um órgão como a Sala do Empreendedor”, lembra Carbonare.

Serviço

A Sala do Empreendedor atende no andar térreo do Paço Municipal (Av. Visconde de Taunay, 950). O horário de atendimento é das 12 às 17 horas, e os telefones para contato são 3220-1470 e 3901-1888.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: