Sala do Empreendedor bate metas e se consolida como órgão de apoio ao pequeno negócio  

 

A procura pelo órgão tem superado as expectativas

 32 mil. Esse foi o número de atendimentos realizados na Sala do Empreendedor no ano de 2017. A meta definida no início do ano era de 20 mil e deveria ser batida até dezembro, porém foi ultrapassada no mês de maio. Consolidada como órgão de apoio ao micro e pequeno empreendedor em Ponta Grossa, a Sala do Empreendedor oferece serviços que vão desde a abertura da empresa até a orientação em todos os passos de regularização do negócio.

Um dos exemplos é Douglas Martins, que nesta terça-feira (5) realizou a abertura da sua microempresa individual (MEI) com o apoio do órgão. “O atendimento foi rápido e me forneceu todas as informações que eu precisava para cuidar do meu negócio. Quando procurei o Sebrae eles me informaram que o único lugar da cidade que poderia me ajudar em alguns quesitos era aqui”, conta o novo MEI.

Outra característica da Sala do Empreendedor que chamou a atenção de Douglas foi o oferecimento de oficinas gratuitas de capacitação. A coordenadora do órgão, Tônia Mansani, explica que além das orientações e auxílios que a equipe de atendimento realiza, também são disponibilizados aos MEIs cursos de capacitação relacionados à sua realidade de negócios.

“Quando falamos ‘MEI’ muitas vezes as pessoas não se dão conta de quem realmente são essas pessoas: são aqueles trabalhadores autônomos ou que possuem micro empresas. E um dos pontos principais desta modalidade é a auto-gestão – e é justamente por isso que a Sala está aqui”, analisa a coordenadora.

Para se ter ideia, a meta do órgão, que pertence à Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, era de auxiliar pelo menos duas mil pessoas na emissão da Declaração Anual do Simples Nacional (DASN) e 700 na emissão de alvará até dezembro. Porém, em maio e junho, respectivamente, os números foram ultrapassados. Até agora, 1.268 alvarás foram emitidos juntamente a 3.439 DASN.

Também é oferecida uma consultoria especializada, que atende à demandas específicas que podem ser motivo de dificuldade para o pequeno empresário. É realizada em parceria com o Sebrae e a intenção era de que até agosto 30 pessoas fossem auxiliadas. Em fevereiro esse número foi alcançado, e hoje já foi multiplicado por cinco: até agora 154 MEIs já puderam aproveitar o serviço.

 Itinerante

Para facilitar o acesso ao incentivo à formalização o órgão também realiza ações itinerantes. Além de todo mês participar do projeto Agência da Cidadania, que leva serviços de diversas instituições diretamente até comunidades que ficam afastadas do centro da cidade, a equipe de atendimento também visita entidades interessadas.

Uma das parcerias é com o Serviço de Obras Sociais (SOS), que neste mês de setembro irá oferecer 11 cursos com 170 vagas para a comunidade. Como os temas são setores como panificação, confeitaria, cabeleireiros e manicure e pedicure, que se encaixam nas modalidades de MEIs e microempresas, a Sala do Empreendedor participará fornecendo informações e instruções sobre o mercado de trabalho.

Serviço

A Sala do Empreendedor atende no andar térreo do Paço Municipal (Av. Visconde de Taunay, 950). O horário de atendimento é das 12 às 17 horas, e os telefones para contato são 3220-1470 e 3901-1888.

 

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: