Protocolo estabelece atendimento em todos os ciclos de vida da mulher

A partir desta quarta-feira (19), a Secretaria Municipal de Saúde realiza oficinas para debater sobre a assistência à saúde da mulher na Atenção Primária. O objetivo é alinhar ações com os profissionais dentro de um protocolo institucional que prevê o atendimento à mulher em todos os seus ciclos de vida, partindo da adolescência, gestação, climatério e atendimento às vítimas de violência.

Com a implantação deste protocolo, a secretaria pretende orientar os profissionais de forma clara sobre os procedimentos que devem ser adotados em cada caso, facilitar o acesso das mulheres aos serviços nas UBS e aumentar a autonomia das equipes favorecendo a resolutividade dos casos na Atenção Primária. “Outro ponto importante é a redefinição das ações de promoção à saúde e rastreamento de doenças crônicas que devem ser pautadas em estudos científicos, com comprovação de benefícios para a população”, ressalta a enfermeira da Atenção Primária, Adriana Alves.

Todos os profissionais que trabalham nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) participarão da oficina, para isso será necessário liberar as equipes em dias preestabelecidos, sendo assim é necessário que a população fique atenta ao dia de fechamento da sua unidade de referência. “É importante a participação total de todas as equipes, dessa maneira o protocolo será mais eficiente e trará maiores benefícios para a saúde da mulher”, destaca o secretário adjunto da Secretaria Municipal de Saúde, Robson Xavier.

Neste primeiro dia as UBS que ficarão fechadas, no período da tarde, são a Adilson Baggio – Palmeirinha, Nilton de Castro – Tarobá e Abrahão Federmann – Ana Rita. Toda a programação está disponível em anexo. As atividades tem a previsão de encerramento no dia 31 de agosto.

%d blogueiros gostam disto: