Proposta de Stocco trará economia milionária para a Prefeitura de PG

Projeto de lei do vereador da Rede Sustentabilidade obriga município a substituir lâmpadas florescentes por equipamentos de LED.

A Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) aprovou nesta quarta-feira (23), em segunda discussão, o projeto de lei (PL) 62/2017 de autoria de Geraldo Stocco (Rede). A proposta prevê a substituição gradual das lâmpadas utilizadas pela Prefeitura de Ponta Grossa na iluminação de prédios e vias públicas por equipamentos de LED.

A proposta de Stocco (Rede) deverá gerar uma economia substancial para a Prefeitura e consequentemente para os moradores da cidade – isso porque o uso de lâmpadas de LED gera uma economia de quase 40% em comparação ao consumo de lâmpadas fluorescentes. “Nosso projeto não gera custo ao município e prevê apenas que a Prefeitura opte por um material mais econômico e sustentável ambientalmente”, explicou Geraldo.

O custo da iluminação dos prédios públicos e da iluminação das vias públicas é dissipado em várias taxas cobradas do munícipe. “A Prefeitura recentemente parcelou uma dívida milionária com a Copel, nossa proposta quer que o Executivo seja obrigado a adotar ações que contribuam com a manutenção do meio ambiente e também com a diminuição dos valores gastos com a conta de energia”, explicou o vereador da Rede Sustentabilidade.

Vereador propõe substituição gradual

O PL 62/2017 prevê que a troca seja gradual: quando as lâmpadas normais utilizadas nos prédios públicos e nas vias da cidade tiverem a vida útil encerrada, o município deverá optar pela compra de lâmpadas de LED. O projeto de lei rege ainda que nas novas obras públicas a iluminação de LED deverá ser a opção escolhida pelo município. Caso sancionado, o projeto prevê prazo de 90 dias para ser implementado.

 

%d blogueiros gostam disto: