Projeto leva Feira Verde para escolas e amplia conscientização sobre a separação do lixo

Secretaria de Agricultura realiza sensibilização em escolas e Cmeis, para que a conscientização das crianças amplie a separação do lixo em PG

Como garantir que um número cada vez maior de pessoas esteja consciente sobre a importância da separação de materiais recicláveis do lixo orgânico? A estratégia da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) é a realização de um trabalho de sensibilização do Programa Feira Verde dentro das escolas e Centros Municipais de Educação Infantil, além de escolas estaduais e também empresas interessadas. A proposta é que estas crianças já cresçam conscientes da responsabilidade e atuem ainda como difusora desses conhecimentos, junto à família e a comunidade.

Nesta semana, a coordenadoria de projetos da SMAPA esteve no Cmei Professor Miguel Arão Ribas Dropa, na região da Boa Vista, conversando com os mais de 100 alunos da educação infantil, na faixa etária de até cinco anos. Eles puderam aprender sobre a dinâmica do Programa Feira Verde, como funciona a separação do material reciclável e a troca por alimentos, realizada pela Prefeitura através do convênio com cerca de 140 produtores rurais do Município.

“Este projeto de sensibilização é importantíssimo para ampliar a separação do reciclável em Ponta Grossa, além de fortalecer o Programa Feira Verde, do qual temos muito orgulho, porque leva recursos para o campo, dá o destino correto para os materiais recicláveis e também garante o sustento das associações de catadores”, destacou o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ivonei Vieira.

“Esta sensibilização é uma oportunidade de, não só conscientizarmos sobre a importância da separação, mas também orientarmos sobre a melhor forma de separar, entregando o material limpo, para facilitar o trabalhador na associação de catadores, e também tirar dúvidas sobre a separação. Por exemplo, muitas pessoas pensam que é preciso separar cada tipo de material, plástico ou papel, por exemplo, quando basta apenas separar o reciclável do orgânico”, explica a coordenadora de projetos da SMAPA, Gianna Banach.

Depois de serem orientadas sobre o funcionamento do programa, as crianças são estimuladas a colocar em prática o que aprenderam, realizando a troca de materiais coletados durante a semana por alimentos do Feira Verde. Foram as próprias crianças que carregaram as sacolas com os materiais e realizaram a troca pelas frutas e verduras produzidas para o programa.

“Ao longo de todo o ano estamos trabalhando com projetos envolvendo o meio ambiente e estamos vendo uma boa recepção por parte deles. A sensibilização do Feira Verde só vem reforçar essa proposta. Já ouvimos dos pais, que agora eles estão mais conscientes, ficam de olho se o material reciclável está sendo separado e descartado corretamente”, comenta a diretora do Cmei, Liciane Tizon.

Ao longo do ano, a SMAPA trabalha com um cronograma de sensibilização do Feira Verde em estabelecimentos de ensino municipais, estaduais e empresas, mediante agendamento prévio. Para aqueles que tiverem interesse, o agendamento pode ser realizado pelo 3220-1259. A próxima sensibilização acontece na segunda-feira (30), na Escola Municipal Prefeito Doutor Othon Mader.

Feira Verde

O Programa Feira Verde é uma iniciativa do poder público que realiza a troca de material reciclável por alimentos, sendo mais de 10 variedades de produtos hortifrúti. Desde janeiro, já foram entregues mais de 320 mil quilos de alimentos, além do recolhimento de mais de uma tonelada de material reciclável, atendendo mais de 22 mil pessoas. O Programa conta atualmente com 138 produtores rurais da agricultura familiar parceiros.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: