Prefeitura estuda implantação de botão do pânico para a Patrulha Maria da Penha

Reunião com a coordenadora de Políticas da Mulher da Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social discutiu possibilidades para a utilização do botão do pânico em Ponta Grossa

A Patrulha Maria da Penha da Guarda Municipal pode ganhar, nos próximos meses, um grande auxílio da tecnologia para cumprimento de medidas protetivas na cidade. Isso porque a Prefeitura de Ponta Grossa, em conjunto com a Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, estuda a implantação de um ‘botão de pânico’, sistema que proporciona o acionamento das equipes de forma direta e simples.

Durante a tarde de segunda-feira (18), o Prefeito Marcelo Rangel esteve reunido com a  coordenadora de Políticas da Mulher da Secretaria de Estado da Família, Ana Cláudia Machado, o Secretário de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP), Ary Lovato, a Secretária de Assistência Social (SMAS), Simone Kaminski, e o Comandante da Guarda Municipal, Edson Witek, para tratar sobre as possibilidades de parceria entre o município e o Governo do Estado na aplicação da tecnologia de ‘botão de pânico’.

“A Patrulha Maria da Penha é uma inovação no estado do Paraná e nós estamos aprimorando ainda mais esse serviço. Hoje recebemos a visita da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social, que pretende fazer uma parceria, um convênio com a Prefeitura, trazendo a tecnologia do botão de pânico para auxiliar ainda mais nos trabalhos da Secretaria de Cidadania e Segurança Pública e da Prefeitura. Nosso intuito é aprimorar ainda mais o trabalho que a nossa SMCSP presta à população”, declara o prefeito Marcelo Rangel.

Para o Secretário de Cidadania e Segurança Pública, a iniciativa será um acréscimo positivo em relação ao cumprimento de medidas protetivas. “A implantação do botão do pânico traria um auxílio muito positivo no trabalho das equipes da Patrulha Maria da Penha  da Guarda Municipal. É uma medida importante e que deve trazer agilidade e eficiência no trabalho de proteção das mulheres do município”, aponta.

Atenção Global

Segundo a Secretária de Assistência Social, Simone Kaminski, medidas como a Patrulha Maria da Penha e o botão do pânico somam às políticas de atenção às mulheres desenvolvidas no município. “É muito importante trabalhar as questões relacionadas à mulher de forma global. O município e a Secretaria de Assistência Social têm trabalhado constantemente para reforçar o papel da mulher na sociedade e dar oportunidades às famílias e Isso inclui, além de educação e saúde, a segurança”, finaliza

 

%d blogueiros gostam disto: