Ponta Grossa recebe pianistas da Alemanha em recital gratuito

A Alemanha é conhecida por uma rica tradição cultural, desde o chopp e a culinária até a imortal música de compositores como Johann Sebastian Bach e Felix Mendelssohn Bartholdy. Um pouco desta tradicional música alemã estará em Ponta Grossa no próximo mês, integrando as comemorações de 194 anos da cidade, com o recital do duo de piano a quatro mãos Solter-Domingos. A apresentação será no dia 16 de setembro, às 19h30, no auditório do Centro de Música (Conservatório). A entrada é gratuita.

O duo tem uma longa história de interação musical. Roberto Domingos foi aluno de Fany Solter e segue o caminho da mestra desde 1987. Ambos são brasileiros, radicados na Alemanha e professores na mesma instituição, em Karlsruhe. Para o diretor artístico do Conservatório Maestro Paulino, Douglas Passoni, é uma honra para a cidade receber dois ícones do piano mundial.

“Ambos trazem na bagagem muito daquilo que fazem e desenvolvem juntos, no Hochschule für Musik Karlsruhe, importante conservatório de música da Alemanha. O programa escolhido para ser tocado em Ponta Grossa é prova nítida da cumplicidade musical entre os dois”, completa Passoni.

O evento é uma realização da Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Fundação Municipal de Cultura e do Conservatório Maestro Paulino. A turnê especial inclui ainda Curitiba, Natal e João Pessoa.

Piano a quatro mãos

Segundo a pesquisadora Sandra Almeida, a forma musical do piano a quatro mãos remonta a Inglaterra do século XVII. As primeiras composições para esta formação seriam de Nicholas Carlton, cujos dados biográficos são escassos, e Thomas Tomkins (1573-1656). Em 1711 era lançado o pianoforte e diversos compositores escreveram para quatro mãos, como o caso de Mozart, Haydn e Beethoven. No período do romantismo o piano ganhou a preferência do público e o repertório, naturalmente, ampliou-se.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: