Ponta Grossa adota plano para atração de investimentos

A prefeitura de Ponta Grossa e a Agência Paraná Desenvolvimento, vinculada à Secretaria de Estado de Planejamento, assinaram acordo para implantação de um programa de atração de investimentos para o município. A ideia é fazer um diagnóstico das potencialidades do município e ter uma estratégia organizada para fomentar investimentos. O acordo foi assinado segunda-feira (25), na sede da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG).

Ponta Grossa é um dos municípios que mais recebeu investimentos nos últimos quatro anos no Estado. Foram R$ 2,5 bilhões, com a instalação de mais de 40 indústrias, de acordo com balanço da prefeitura. Boa parte desses projetos foram atraídos pelo programa estadual Paraná Competitivo.

“Estamos profissionalizando a gestão para atração de investimentos na cidade. Queremos passar segurança para os investidores, tanto multinacionais quanto empresários locais. Queremos ter condições de oferecer as melhores perspectivas de crescimento”, disse o prefeito, Marcelo Rangel.

A prefeitura, em parceria com a ACIPG, vai implantar o Programa Municipal de Atração de Investimentos (PMAI), criado pela Paraná Desenvolvimento para dar assessoria aos municípios na busca de novos projetos. De acordo com Adalberto Netto, presidente da Paraná Desenvolvimento, o trabalho teve início há três meses com a elaboração de um diagnóstico econômico do município.

Ponta Grossa está entre as cinco cidades com maior Produto Interno Bruto (PIB) no Estado, com R$ 11,6 bilhões. Tem o quarto maior PIB industrial do Estado, com R$ 3,5 bilhões movimentados pelo setor. A intenção é criar um ambiente de negócios com segurança e infraestrutura para atração de investimentos. “Temos já agendada a visita de dez empresas potenciais investidoras no município”, disse Adalberto Neto.

MAIS MUNICÍPIOS – O PMAI já está sendo implantado em municípios como São José dos Pinhais, Umuarama, Palmeira, União da Vitória, Irati, Prudentópolis e Cidade Gaúcha. “Além de trazer ferramentas para atração de investimentos, o programa ajuda a diagnosticar demandas que vêm junto com investimentos nas mais diversas áreas, de infraestrutura e educação até inovação”, afirma Jean Alberini, coordenador do programa na Paraná Desenvolvimento.

 

%d blogueiros gostam disto: