Palestras com foco no cultivo da videira reúnem produtores

Cerca de 70 pessoas participaram de um evento com foco no cultivo da videira, destinado para produtores de uva de Palmeira e São João do Triunfo, na manhã da última sexta-feira (22). O encontro aconteceu em uma propriedade na localidade de Mandaçaia.

A abertura do evento ficou por conta de Valter José Ramos, técnico agrícola do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). Ele relembrou que há 10 anos aconteceu o primeiro plantio de parreira no município e falou sobre os projetos desenvolvidos desde então para alavancar a cultura no município.

A primeira palestra foi de Luiz Henrique Damatto, coordenador comercial de uma empresa multinacional, que apresentou malhas de proteção, sombreamento e filmes plásticos para agricultura. Ele falou sobre a importância de um ambiente protegido contra chuva, granizo, vento, excesso de radiação e pragas.

Na sequência José Luiz Marcon Filho, Doutor em Proteção Vegetal, abordou técnicas de manejo de vinhedo para aumento de produção e controle fitossanitário. Ele também deu dicas de manejo e falou sobre os sistemas de plantio mais adequados para a região.

José Carlos da Costa Júnior, Mestre em Fitopatologia, discutiu sobre soluções para o controle de pragas e doenças nas culturas da Videira, abordando também os cuidados e formas de combate, como identificar e apresentou o ciclo de algumas pragas.

Encerrando as palestras, Francelize Chiaroti, Mestre em Produção Vegetal, falou sobre importância das podas na Videira, deu dicas de como realizar corretamente as podas, abordou as variedades de uva, sistema de condução e fertilidade do solo.

Após as palestras os participantes realizaram almoço e no período da tarde visitaram uma propriedade produtora de uva localizada nas proximidades do evento.

Para o secretário Municipal de Agricultura e Pecuária, Eliezer Borcoski, as palestras foram importantes para levar conhecimento aos produtores. “É importante que os cuidados com a produção comecem agora, para ela ser boa no futuro. Com orientação e suporte técnico será possível melhorar ainda mais a qualidade da uva e de produtos derivados”, disse.

 

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: