29/12/2016
Prefeito de Castro entrega unidade de saúde do Jardim Alvorada

Assessoria

A Prefeitura de Castro através da Secretaria Municipal de Saúde, entregou nesta quinta-feira (29), a obra de construção da unidade de saúde da família Dr. Libânio Cardoso, situada no Jardim Alvorada. Na solenidade estiveram presentes, o prefeito Reinaldo Cardoso, o procurador-geral do município, Ronie Cardoso Filho, coordenadores da Secretaria Municipal de Saúde, servidores, familiares de Libânio Cardoso e comunidade.

“Quero registrar meu agradecimento a toda a equipe da Secretaria de Saúde, que foi um dos destaques da minha gestão. Essa é uma obra muito importante para nós, pois vai atender as 700 famílias que residem aqui no Alvorada, como um complemento muito  importante, juntamente com o CMEI e com a escola que também serão implantados no bairro”, destacou o prefeito Reinaldo Cardoso.

O prefeito Reinaldo, também comemorou a homenagem feita ao pai, Dr. Libânio Cardoso. “Estamos muito felizes pela oportunidade de homenagear um dos principais nomes da saúde em nossa cidade, o Dr. Libânio deixou um legado muito grande na área política, mas sua grande progressão foi como médico, ouso dizer que foi o 'maior' dos médicos que já passou por Castro, sendo que chegou a ser considerado um dos dois melhores profissionais médicos em todo estado, na época da sua atuação. Sempre fez muito pela comunidade castrense e merece ser lembrado com a honra de estar perto da população que mais precisa de atendimento, como ele sempre gostou”, declarou Reinaldo.

Para a construção desta unidade de saúde a Prefeitura investiu R$ 299 mil, em recursos próprios. Com 246 metros quadrados de área construída, a unidade de saúde da família atenderá cerca de 700 famílias que residem no Jardim Alvorada I e II. O espaço conta com abrigo externo, sala de espera, recepção, sala de administração e gerência, sala de curativos, sala de inalação, sala saúde/ACS, sala de vacina, sala de aplicação de medicamentos, almoxarifado, sala de esterilização e expurgo, consultório médico e de enfermagem, banheiros feminino e masculino, consultório médico e de enfermagem. 

Homenagem
Libânio Estanislau Cardoso nasceu em 23 de Agosto de 1908, na cidade de São José dos Pinhais, onde seu pai, dr. Estanislau Cardoso, era Juiz de Direito. Sua Mãe, Dona Alice, era castrense das famílias Marcondes de Albuquerque e Fonseca. Tinha outros quatro irmãos e três irmãs.

Em Curitiba fez os estudos médios no Ginásio Paranaense, passando depois a estudar medicina na Universidade do Paraná, onde se formou em 1933, recebendo medalha por ter sido o aluno com maiores notas em todas as disciplinas durante os cinco anos do curso.

Teve formação militar no Tiro Rio Branco, de oficiais da reserva e jogou futebol em campeonatos oficiais pelo Coritiba Football Club.

Depois de formado deslocou-se ao Estado de Santa Catarina, para a localidade de Rio Bonito, hoje município de Tangará, para iniciar o hospital local. Lá casou-se com Regina Nardi e nasceu o primeiro filho do casal, Ronie.

Em 1939, a convite do então governador Manoel Ribas, mudou-se para Castro para dirigir o Hospital de Caridade desta cidade. Mais tarde foi também diretor do Educandário Manoel Ribas.

Em Castro, nasceram seus três outros filhos, Roberto, Reinaldo e Ricardo.

Aqui iniciou sua vida política perfilhando-se ao partido getulista, o PTB, pelo qual foi Prefeito duas vezes, eleito pela primeira vez em 1951, e duas vezes deputado estadual. Na Assembleia, presidiu a Comissão de Saúde e foi Vice-Presidente da casa.

Publicou artigos médicos em revistas especializadas e sobre assuntos em geral na imprensa castrense. Presidiu associações locais como Jóquei Club, Club União, Caramuru Futebol Club, além de ser o grande incentivador do carnaval de rua.

Atuou como médico, com especial ênfase no campo da cirurgia. Mas não se limitava a ser médico. Era um homem. De coração nobre. Para ele era inaceitável que alguém sofresse dor, se havia medicamentos a serem utilizados para minorar os padecimentos. Não se negava a prestar assistência a quem quer que fosse, mesmo se o paciente nada pudesse pagar. Atendia a todos, sempre. Mesmo em horários avançados da noite, até o fim da vida, jamais se recusou a dirigir-se à cabeceira de um doente quando solicitado. O juramento profissional a que um dia comprometeu-se, foi cumprido até o fim.

E, como prefeito, preocupou-se em dotar a cidade de espaços de lazer e convivência. Além da remodelação das praças e calçamento das ruas, o Dr. Libânio criou os dois logradouros turísticos que até hoje são os cartões postais da cidade: a Prainha e o Morro do Cristo. Os equipamentos que neles instalou já foram levados pelo tempo, com exceção das esculturas – o sapo, a tubarana, o escorregador boca de palhaço, o Cristo de braços abertos, obras do talentoso Miro Ferrari.

Dr. Libânio faleceu em 1982, deixando um grande legado para o município de Castro.

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.