28/12/2016
Campanha defende o fim do ICMS rodoviário

Assessoria

O Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) eleva em até 20% o valor da passagem de um dos meios de transporte mais utilizados pela população brasileira: o ônibus. Já os passageiros de avião são livres deste imposto, há 15 anos.

Com objetivo de mobilizar as lideranças políticas no sentido de isentar os usuários do transporte rodoviário desta cobrança, a Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati) está realizando uma campanha de conscientização através de mensagens no rádio, televisão e das redes sociais com a #fimdoicmsrodoviario. A mobilização da comunidade pode ajudar a acabar com a cobrança do imposto e, com isto, tornar mais acessível o preço das passagens nas viagens interestaduais.

A Expresso Princesa dos Campos, responsável pelo transporte de passageiros em viagens entre os estados do Paraná, Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e outros cinco Estados brasileiros, está contribuindo com a divulgação da campanha idealizada pela Abrati.

Para o presidente da empresa, Florisvaldo Hudinik, a informação sobre o peso do ICMS no valor da passagem é o primeiro passo para que a discussão sobre o tema seja ampliada. “Mais de 80% das viagens são feitas através do transporte rodoviário. Seria muito justo que estes passageiros tenham o mesmo direito que os passageiros das viagens aéreas. As pessoas precisam saber deste valor e ajudar a sensibilizar as autoridades políticas para eliminar este peso do bolso dos usuários!”, enfatizou.

Hudinik destaca ainda que, dentro do contexto de recessão e desemprego vivenciado no Brasil, este desconto poderia ser uma forma de garantir que as pessoas pudessem viajar com preço menor. “E isto sem retirar grande receita do orçamento dos Estados, já que dentro do composto da arrecadação estadual, o ICMS rodoviário representa muito pouco. Porém, para o usuário do transporte, o desconto do índice seria bastante significativo”, acrescentou.  

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.