26/12/2016
Ações em Castro reforçam importância do aleitamento materno e alimentação saudável

Assessoria

Encerrou na última semana, as oficinas de capacitação do programa Amamenta Alimenta do governo federal. Cerca de 350 funcionários incluindo a equipe de enfermagem, equipe médica, administrativa, de odontologia, agentes comunitários de saúde das unidades de saúde, equipe administrativa e de serviços gerais da Vila Santa Cruz, Bom Jesus, Centro, Vila Rosário, Vila Rio Branco, Bela Vista, Guararema, Prado Velho, Jardim Arapongas, Canta Galo, Jardim das Araucárias, Jardim Colonial, Jeová Ribeiro, Maracanã, Morada do Sol, Abapan, Socavão, Paina, Cercado, Castrolanda, Tronco, Centro de Reabilitação, Centro de Saúde da Mulher, Centro de Atenção Psicossocial - CAPS, Serviço de Atenção Especializada – Centro de Testagem e Aconselhamento - SAE/CTA –, Centro de Especialidades Odontológicas - CEO, receberam o treinamento. O objetivo é fortalecer a política do aleitamento materno, alimentação e nutrição no município, a partir da capacitação dos profissionais de saúde, qualificando e intensificando as ações de apoio, proteção e incentivo ao aleitamento materno e alimentação complementar saudável.

 Para isso, o primeiro passo, foi a capacitação de uma equipe de tutoria, composta por três profissionais de enfermagem do município, sendo as enfermeiras, Silvia Reisdorfer, Gisele Selmer e a fonoaudióloga Maria Zulmira Silvério. A segunda etapa foi a aplicação das oficinas do Programa pela equipe de tutoria para todos os profissionais  de saúde do município. As oficinas aconteceram, durante parte do mês de novembro e parte do mês de dezembro.

A enfermeira e tutora da capacitação do Programa Alimenta Amamenta no município, Sílvia Reisdorfer ressaltou o resultado positivo das oficinas. “Realizar este trabalho foi muito gratificante para todas nós tutoras, as oficinas foram muito produtivas, com participação ativa de todos os profissionais. As atividades propiciaram a troca de experiências, dinâmicas de grupo e o conhecimento da realidade local”, destacou.

O secretário municipal de Saúde, Júlio Cezar Sandrini, destacou a satisfação pela conclusão das oficinas, que faziam parte das ações propostas para 2016. “Concluir a primeira etapa deste projeto tão importante para a saúde do nosso município, nos deixa muito satisfeitos. O objetivo da atenção primária é a promoção da saúde, e para isso levar a informação correta é essencial. A partir de agora as equipes estão ainda mais preparadas para levar esse projeto adiante, e estimular o aleitamento materno e a alimentação ideal para o crescimento saudável das nossas crianças”, frisou Sandrini.

Sandrini também ressaltou que, o resultado do Programa Amamenta Alimenta, irá refletir em índices muito importantes para a saúde do município. “Com mães com mais informações, com mais respaldo dos serviços de saúde, sem dúvidas, isso contribuirá com a melhora em índices do nosso município, tais como a redução da mortalidade infantil, a obesidade infantil e a desnutrição”, completou.

Após encerradas a primeira etapa das oficinas, o próximo passo será o acompanhamento do Plano de ação, elaborado pelas equipes de saúde durante o curso, que será executado no próximo ano. Além disso, o acompanhamento nutricional das crianças é registrado no programa Sisvan, sistema de informações, que tem como objetivo principal promover informação contínua sobre as condições nutricionais da população e os fatores que as influenciam.

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.