26/12/2016
Prefeito de Castro entrega Cras Vitória de Freitas Castro, no Socavão

Assessoria

Em solenidade que contou com a presença em peso da comunidade do Socavão, o prefeito de Castro, Reinaldo Cardoso, realizou a entrega, na tarde de quarta-feira (21) da sede própria do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do distrito, que leva agora o nome de Vitória de Freitas Castro. “Eu estou muito satisfeito em entregar esta unidade. Castro nunca teve tanto destaque na área social como nestes últimos quatro anos. E, agora, com a entrega do Cras para a comunidade do Socavão, fechamos com chave de ouro as ações desenvolvidas neste setor”, destaca o prefeito Reinaldo Cardoso, atribuindo este destaque à mudança de postura adotada nesta gestão. “Focamos o trabalho da assistência social em um trabalho técnico e que atendesse às políticas sociais. Por isso, obtivemos tanto êxito”, completa.

A entrega foi acompanhada pelas secretárias municipais da Família e Desenvolvimento Social, Damisa Martins Gomes; e de Obras e Serviços Públicos, Neide Higaki Watanabe; a coordenadora de Proteção Social Básica da Secretaria Estadual da Família e Desenvolvimento Social, Gladys Maria Teixeira Tortato, que representou na ocasião a secretária Fernanda Richa; a vereadora Maria de Fátima Barth Antão Castro; familiares de Vitória de Freitas Castro; secretários municipais, servidores e comunidade da região.

Representando o governo estadual, Gladys ressaltou o trabalho desenvolvido em Castro para o atendimento das famílias em situação de vulnerabilidade social. “Em cinco anos, o Estado investiu R$ 10 milhões na construção de 49 Centros de Referência de Assistência Social”, reforça.

A vereadora Maria de Fátima, que também é assistente social no Cras, ressalta o empenho do prefeito Reinaldo, o trabalho de toda a equipe e comunidade do Socavão. “Foi um trabalho de muitas mãos para que hoje pudéssemos realizar este sonho. Eu só tenho a agradecer a todas as pessoas que se empenharam”, aponta. 

Em março de 2007 foi inaugurado o Centro de Referência da Assistência Social - Cras Socavão e funcionava em espaço alugado. Para a construção deste novo espaço, foram investidos quase R$ 400 mil, em recursos do governo do Estado. Conta com aproximadamente 165 m² de área construída, o imóvel conta com recepção, sala multiuso, sala de coordenação e administração, sala de atendimento às famílias, banheiros com acessibilidade na recepção, instalações sanitárias internas, copa, almoxarifado e área de serviço. Com a construção da sede própria o espaço passará a denominar-se Cras Vitória de Freitas Castro.

“Nós, da família, ficamos muito felizes em ver o nome da avó Vitória ser eternizado em um espaço que presta um atendimento tão importante à comunidade”, destaca a neta da homenageada, Joanice Castro. Dr. Reinaldo expõe ainda a alegria em poder prestar esta homenagem a Vitória. “Para mim, a Vitória e o seu marido, Teófilo, eram como verdadeiros pais. Eu os conheci no início da minha caminhada política e nasceu uma amizade muito grande. Para mim é uma honra poder dar ao Cras o nome de Vitória, porque ela foi uma pessoa muito preocupada com o bem-estar da comunidade. Nunca pediu nada para ela, mas sempre em benefício de outras famílias”, ressalta.

Funcionamento
O Cras tem como estratégia a descentralização dos serviços de Assistência Social e oferta o Serviço de proteção e atendimento integral à família (PAIF), além de programas, benefícios e projetos, tais como o Cadastro Único do governo federal, o Programa Bolsa Família, o Benefício de Prestação Continuada, Passe Livre, Bolsa Cidadania, Auxílio-natalidade e Auxílio-funeral. Oferece ainda o Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos para crianças, adultos e pessoas idosas.

A área de atendimento do Cras Vitória de Freitas Castro abrange 68 comunidades, incluindo três comunidades quilombolas: Serra do Apon, Limitão e Mamãns. Atualmente a equipe é composta por uma coordenadora, três assistentes sociais, um psicólogo, um técnico do Cadastro Único, dois orientadores sociais, um motorista, uma cozinheira, três auxiliares de serviços e três estagiários.

Homenagem
Vitória nasceu em 15 de junho de 1915 e faleceu em 20 de setembro de 2006, aos 91 anos de idade. Filha de Miguel de Freitas e Anália Catalan, ambos imigrantes que vieram ao Brasil em busca de uma vida melhor. Miguel proveniente da Síria e Anália da Itália, desembarcaram no Porto de Paranaguá no final do século XIX.

Vitória nasceu em Socavão na região denominada Volta das Pedrinhas, casou-se com Teófilo de Castro com quem teve seis filhos: Antônio Carlos - já falecido -, José Mario, Anália, Leandrina de Ruth, Cláudio e Fermino.

Com seu esposo, Vitória deu início a um comércio, sendo um dos pioneiros na região. Na época, não havia pousada no distrito, então ela recebia comerciantes, viajantes que ficavam para jantar e acabavam pernoitando no local, sem nunca cobrar nada por isso. Além disso, no dia seguinte ainda eram presenteados por ela com uma marmita antes de continuarem sua viagem.

Vitória era famosa por fazer remédios naturais, atendia o pedido das pessoas sem nunca cobrar por este serviço. E, em 1981 iniciou uma ação solidária que consistia na doação de presentes e um almoço de Natal às famílias carentes. Nos últimos anos a ação chegou a alcançar um número de aproximadamente 500 pessoas. Em 1992, não foi mais possível preparar o tradicional almoço, mas a família continuou com a doação de presentes todo Natal.

Devido ao carinho e atenção pelas crianças, muitas pessoas da comunidade a convidaram para ser madrinha de seus filhos e, desta forma, foi acumulando um grande número de afilhados, passando dos 600. “Dona Vitória, como era chamada, foi uma visionária e, embora não tivesse conhecimento teórico nem formação na área, já realizada à sua maneira Assistência Social em tempos onde não existia ainda a Política de Assistência, pois acolhia, ouvia a pessoa e encaminhava, buscando a promoção do indivíduo a integração comunitária com vistas ao protagonismo social, assim sendo, recebe esta justa homenagem”, finaliza Maria de Fátima.

Pavimentação
Durante a solenidade, o prefeito Reinaldo Cardoso e o secretário municipal de Infraestrutura e Logística, Edmir Kirchof, anunciaram que está assinada a ordem de serviço para pavimentação de ruas do distrito. O recurso, na ordem de R$ 329.786,38, é fruto de emenda do senador Roberto Requião e inclui, além de trabalho de pavimentação, drenagem, construção de calçadas com acessibilidade e sinalização. 

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.