14/12/2016
Mapa da Dengue começa a funcionar em Palmeira e auxilia na luta contra mosquito

Assessoria

Os mosquitos podem estar mais perto do que você pode imaginar, para isso o Mapa da Dengue se baseia nas informações de coletas de dados do departamento de Epidemiologia, mostrando locais onde foram encontrados larvas e mosquitos, com marcações dos locais no mapa der Palmeira.

Com a estação mais quente do ano chegando e as chuvas, locais com água parada se tornam ambientes perfeitos para reprodução do Aedes aegypti. Pensando em informar melhor a população a Prefeitura lançou o “Mapa da Dengue”.

Entre os locais mais infestados com larvas e mosquitos a região central teve doze locais onde foram encontrados foco de criadouro, seguido pelo bairro Vila Rosa com sete locais e Rocio I com seis focos. Existem ainda locais estratégicos como cemitérios, praças, Parque de Exposições e borracharias que recebem a inspeção quinzenalmente dos agentes epidemiológicos para prevenção.

Para ficar em alerta do local mais próximo encontrado mosquito ou larva da sua residência, local de trabalho, escola e outros lugares que frequenta, pode consultar através do endereço on line www.palmeira.pr.gov.br/mapa-da-dengue

Além da fiscalização pessoal de cada morador a Secretaria de Meio Ambiente em parceria com a Secretaria de Saúde, desenvolveu o projeto de lei 4.576, que segue em 2ª votação na Câmara Municipal, onde terrenos baldios terão seus donos notificados para limpeza, caso isso não ocorra no período determinado, a secretaria realiza a limpeza – retirada de matos, entulhos e lixos; e aplica uma multa referente ao tamanho do terreno mais valor sobre a prestação do serviço realizada.

O proprietário será notificado e terá um prazo prévio de quinze dias para realizar a limpeza ou roçada do imóvel, caso não ocorra será aplicada a multa que segue a base do valor de referência municipal, podendo chegar a 100% de seu acréscimo.

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.