05/12/2016
Reunião teria garantido votos para Mainardes continuar presidente da Câmara de Ponta Grossa

Luís Carlos Pimentel

Enquanto as sessões ordinárias da Câmara Municipal estão praticamente tranqüilas, nos bastidores a busca por entendimentos para a eleição da Mesa Executiva dos dois primeiros anos da próxima legislatura marca a pauta dos vereadores eleitos e reeleitos.

Apenas dois vereadores apresentam-se publicamente como postulantes ao cargo de presidente. Um deles é o atual presidente, Sebastião Mainardes (DEM) e Walter “Valtão” de Souza (PROS), ambos reeleitos e da base aliada do prefeito Marcelo Rangel.

Para alcançarem seus objetivos, os pretendentes à Presidência precisam de 12 votos dos 23 em jogo. Os últimos comentários dão conta de que Sebastião Mainardes teria garantidos oito deles. Seis prometidos em reunião realizada na casa do atual vice-prefeito e vereador eleito Zeca Raad (PPS). Firmou-se verbalmente que os eleitos pela coligação que envolveu o PPS, PSB, PSDB e PSD irão apoiar Mainardes. Desses partidos, somente o PSD não obteve sucesso em emplacar um candidato.

O PPS teve eleitos Zeca Raad e Rudolf Polaco; o PSDB, o ex-presidente da Autarquia Municipal de Trânsito Eduardo Kalinowski e Felipe Bastos, estudante e militante católico; o PSB, Maurício Silva (reeleito) e a professora Rose. São certos, caso não se mudem os entendimento, que se somarão aos dois votos do DEM, o do próprio Mainardes e o de Mingo Menezes.

Walter de Souza não comenta suas estratégias, mas admite que além dele e Mainardes outros apresentem seus nomes, podendo ser mesmo um dos 15 ‘calouros’. Entretanto, não acredita que entre os novos possa surgir algum que possa fazer frente a ele ou Mainardes. “A questão da Presidência (da Mesa) vai ficar polarizada entre mim e o Mainardes”, diz.

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.