23/11/2016
Jardim Los Angeles vai ganhar novo colégio em 2017

Assessoria

“Tão logo sejam liberados os recursos, as obras do Colégio Iolando Taques da Fonseca serão as primeiras, na área da educação, a serem iniciadas no Paraná, em 2017”. A afirmação é do secretário-chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, após ouvir o apelo de professores e pais de alunos que moram no Jardim Los Angeles e nos conjuntos habitacionais Califórnia I e II. 

O encontro entre a comunidade e o governo na tarde desta quarta-feira (23) em Curitiba foi organizado pelo deputado Plauto Miró Guimarães Filho (DEM). “O bairro cresceu e precisamos dar condições para que as crianças possam receber a melhor educação possível em instalações adequadas para isso. E o governador Beto Richa tem dado muita atenção nesse ponto”, afirmou o deputado.

Há dois anos, 441 crianças, divididas em 19 turmas, estudam em um prédio cedido pela prefeitura ao lado da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), uma distância de aproximadamente 10 quilômetros do bairro. Antes, os alunos ocupavam uma escola do município no próprio bairro, mas com a reforma da unidade, e a oferta do ensino em período integral, o espaço ficou reduzido.

Para o diretor do colégio, professor Aurélio Pianaro, a maior dificuldade é manter a frequência dos estudantes e criar uma relação entre comunidade e escola. “Em dias de chuva, por exemplo, é muito difícil para as crianças saírem de casa, mesmo usando transporte público. Elas vão até um ponto específico onde embarcam em outro ônibus que as levam para o antigo Cefet”, diz.  Do início do ano até agora, o custo com o transporte desses estudantes foi de R$ 270 mil, pagos pela prefeitura.

Recentemente o município doou a área onde funciona provisoriamente o colégio para a UTFPR. “A direção da universidade precisa do espaço para ampliar os cursos, apesar dessa urgência estão sendo compreensivos com a situação”, declarou a chefe do Núcleo Regional, Maria Izabel Vieira. “Só não sabemos por quanto tempo vamos conseguir manter isso”, finalizou.

Michele de Almeida e Franciele Camargo são mães de dois alunos que estudam na Iolando Taques. Ao receberem a notícia de que a construção será iniciada no próximo ano, se emocionaram. “Estamos esperando há muito tempo por isso. Se não fosse a ajuda do deputado Plauto não sei o que a gente faria”, relatou Franciele, que vai matricular o segundo filho no colégio estadual no próximo ano.

De acordo com Victor Hugo Dantas, superintendente de Desenvolvimento Educacional da Secretária da Educação, o novo colégio terá dois pavimentos e 12 salas de aulas com as demais dependências necessárias. Ao todo o projeto está orçado em cerca de R$ 5 milhões. O Estado aguarda a liberação de recursos do Plano de Ações Articuladas do governo federal, para dar início ao processo de licitação.

“Diante do pedido do deputado Plauto e da comunidade, vamos colocar o projeto do colégio Iolando Taques no topo da nossa lista, como prioridade total”, garantiu Dantas. O superintendente acredita que o recursos estejam liberados ainda este ano, para que no início de 2017 as obras sejam iniciadas.

“Acredito que em breve as crianças do Los Angeles e dos bairros vizinhos estarão estudando em uma escola nova, moderna e perto de casa”, comemorou Plauto.

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.