18/11/2016
Regulamentação da equoterapia já está em vigor

Assessoria

A lei do deputado estadual Marcio Pauliki que regulamenta a equoterapia foi publicada em Diário Oficial e já está em vigor desde o dia 04 de novembro. A iniciativa é importante para que a Polícia Militar possa formar parcerias e participar de convênios para receber recursos financeiros. Isso significa que mais crianças serão beneficiadas e receberão um atendimento cada vez melhor.

“A equoterapia promove melhorias na coordenação motora, aumento da autoestima e mais independência de crianças com necessidades especiais. É impossível ficar indiferente ao ver o progresso delas com o tratamento. Infelizmente, a Polícia Militar não tem condições de atender a todos e as filas de espera costumam ser grandes. Com a regulamentação, na prática, a Polícia Militar vai conseguir viabilizar mais recursos para a equoterapia e aumentar o número de pacientes atendidos”, enfatiza Pauliki.

A atividade é oferecida pela Polícia Militar e busca o desenvolvimento de pessoas com deficiências e/ou necessidades especiais e melhorias na coordenação motora através de uma abordagem multidisciplinar com o cavalo. A Polícia Militar iniciou o serviço em 1992 com um projeto piloto atendendo apenas uma criança. As atividades foram interrompidas por um tempo e retornaram em 2004. Atualmente, a equoterapia realiza 110 atendimentos e possui 326 crianças na fila de espera, as quais são priorizadas pela renda. O serviço é prestado por três fisioterapeutas e dura dois anos em média.

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.