09/11/2016
Pauliki pede apoio dos deputados em emendas para geração de emprego

Assessoria

Nesta terça-feira (08), a Agência Paraná de Desenvolvimento (APD) esteve na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para apresentar as ações realizadas no primeiro semestre de 2016, mostrar o seu plano de ação para os próximos seis meses e traçar estratégias para a geração de emprego e renda em todo o estado. O convite foi feito pelo deputado estadual Marcio Pauliki, presidente da Comissão de Indústria, Comércio, Emprego e Renda; Maria Victoria, presidente da Comissão do Mercosul e Assuntos Internacionais; e Tião Medeiros, presidente da Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicação.

Durante o primeiro semestre, a APD atendeu 287 novas empresas qualificadas e 90 com potencial de projeto. A entidade recebeu 51 requerimentos de enquadramento no Programa Paraná Competitivo e prospectou R$ 6,7 bilhões. Está prevista a geração de, aproximadamente 8 mil empregos diretos e entre 24 mil a 32 mil indiretos. De acordo com o diretor-presidente da APD, Adalberto Bueno Netto, cada R$ 1 investido pelo Governo do Estado na entidade, gera R$ 90 em ICMS e R$ 1,786 em projetos potenciais.

“Agora nós estamos observando um início da saída da crise, mas o primeiro semestre foi bastante difícil para falar com empresas para investir. As empresas estão enfrentando uma taxa muito grande de ociosidade na produção e o faturamento nunca esteve tão baixa. Não tem porque investir num ambiente onde você não tem demanda. Mesmo assim nós conseguimos gerar resultados interessantes e acima da média”, comemora Netto.

O deputado Marcio Pauliki avalia como de extrema relevância a reunião e espera que essa parceria possa trazer muitos frutos e, principalmente, contribuir para a geração de empregos. “Queremos conhecer não apenas o histórico, mas também a programação da Agência Paraná de Desenvolvimento. O País vai sair da crise nos próximos meses e bebe água mais limpa quem chega mais cedo. Nós temos nesse momento a oportunidade de atrair um novo grande ciclo industrial para o nosso estado”, frisa.

A entidade é a porta de entrada do empresário que quer se instalar no estado do Paraná. Nós temos todo o interesse em estreitar as relações da Alep com a Agência, sempre no sentido de contribuir com a atração de empresas e geração de oportunidades”, enfatiza o deputado Tião Medeiros.

Para a deputada Maria Victoria, a Agência Paraná de Desenvolvimento é de fundamental importância para o desenvolvimento econômico do estado. “Junto com os deputados Tião e Pauliki, vamos protocolar uma emenda aditiva e buscar a destinação de aproximadamente R$ 4 milhões que ajudariam muito o desempenho da APD. Estaremos unindo forças para contribuir ainda mais com o Paraná e agindo em conjunto para gerar emprego e trazer renda”, ressalta.

Emendas
Pauliki alerta que, além da emenda coletiva, os parlamentares têm até o dia 30 de novembro para protocolar as emendas individuais que constarão no orçamento de 2017. “É muito importante que os deputados saibam que eles também podem colocar como emenda um valor para a sua cidade desenvolva o Plano Municipal de Atração de Investimentos e contribuir com esse desenvolvimento. Outra opção é viabilizar esses valores diretamente através da Secretaria da Fazenda ou da Casa Civil”, explica. A elaboração de um estudo de arranjo produtivo local, saber qual o diferencial do município e fundamental para atrair indústrias que vão ao encontro das vocações da cidade. 

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.