22/12/2016

Lançamentos no Cinema

“Capitão Fantástico”
“Capitão Fantástico” é um filme incrível que de maneira inteligente nos mostra que não devemos ser extremistas.

Tal qual Buda disse uma vez, o caminho do meio é o melhor caminho.

Viggo Mortensen é Ben, o pai, o comandante, o capitão de uma família de seis filhos.

Esses filhos têm idades que variam de seis a dezoito anos.

Por opção, ele e a esposa decidiram viver isolados com seus filhos, longe da sociedade moderna, que eles consideram permissiva.

Os dois ensinam tudo para os filhos, eles estudam em casa, aprendem desde a gramática básica, até questões filosóficas e sociológicas.

O casal também ensina os filhos a sobreviver em plena floresta, praticando muitas atividades físicas, caçando e plantando para comer, porém respeitando profundamente a natureza.

Mas, por conta de uma tragédia familiar eles se veem obrigados a sair do seu mundo utópico e interagir com outras pessoas.

Apesar de todo o conhecimento, os filhos de Ben não sabem conviver em sociedade, não tem traquejo nem um para sociabilizar.

A história é uma linda jornada de autoconhecimento, tanto para Ben quanto para seus filhos.

O filme tem uma ótima fotografia, uma trilha sonora muito bonita e uma performance de elenco incrível, porque ao longo da história você acredita estar diante de uma família.

O filme ainda faz a gente mudar de opinião e gostar e desgostar de determinados personagens várias vezes ao longo da trama.

A ideia de uma sociedade onde as coisas realmente funcionam é ótima, mas a gente sabe que com milhões de pessoas interagindo, as regras mudam e não dá para viver como eles imaginam.

Uma ótima opção de entretenimento, ver um filme que fala de amor ao próximo, de respeito, de vida e de morte.

Ficha Técnica
Título Original:
Captain Fantastic
Gênero: Comédia Dramática
Tempo de Duração: 1 hora e 58 minutos
Ano de Lançamento: 2016
Direção: Matt Ross
Elenco: Viggo Mortensen, Frank Langella, George Mackay, Samantha Isler, Annalise Basso, Nicholas Hamilton, Shree Crooks, Charlie Shotwell.


Lançamentos em DVD

“Dois Caras Legais”
Dois Caras Legais” é um filme diferente, ele traz consigo nuances que lembram vários estilos, desde os filmes noir, passando pelos policiais dos anos 1980, chegando aos dias atuais, com consciência de seu espaço dentro da indústria cinematográfica, onde filmes desse tipo haviam perdido espaço.

E é preenchendo essa lacuna que ela vai ganhando a simpatia de quem o assiste.

Para se ter uma ideia, o filme é repleto de humor negro, mas também é cheio de piadas engraçadas, tem muitas referências, tem diálogos interessantíssimos e é deliciosamente subversivo.

O figurino e a direção de arte são um caso à parte, eles são extremamente bem feitos, as referências à década de 1970, vão atingir plateias do mundo todo.

O diretor do filme, Shane Black, conhecido por roteiros de ação como “Máquina Mortífera”, mostra mais uma vez que é perito nesse estilo de filme, entregando uma trama ágil e intrigante.

A dupla de atores Russel Crowe e Ryan Gosling tem uma química perfeita e suas atuações são excelentes. Eles contam também com o ótimo trabalho da jovem atriz Angourie Rice, que tem um personagem que, nos dias de hoje, seria politicamente incorreto, levado ao extremo.

Mas é exatamente nesse extremo que o filme ganha mais competência ainda.

A trama gira em torno de dois “investigadores” particulares que não tem nada em comum.

Jackson Healy (Crowe) é um cara solitário e durão, que já não se importa mais com o método que tenha que usar para solucionar suas investigações.

Holland March (Gosling) é um detetive, que não vê mais graça em viver, desde que perdeu a esposa. Se entregou às bebidas e só trabalha em casos rasos pelo dinheiro fácil e por ter que cuidar de sua filha.

É a partir de uma investigação em comum, onde ambos são contratados por pessoas diferentes para encontrar uma jovem atriz, que a parceria se inicia.

Desde o primeiro encontro serão muitos socos, tiros, perseguições, quedas e até explosões, compondo uma interessante e divertida trama.

Apesar de algumas falhas no roteiro, o filme encanta justamente pelo conjunto da obra, onde a gente percebe que quando uma equipe trabalha em harmonia, o resultado só pode ser um, e nesse caso um ótimo filme. Recomendo!

Ficha Técnica
Título Original:
 The Nice Guys
Gênero: Comédia/Policial
Tempo de Duração: 1 hora e 56 minutos  
Ano de Lançamento: 2016
Direção: Shane Black
Elenco: Ryan Gosling, Russel Crowe, Margaret Qualley, Kim Basinger, Matt Bommer, Angourie Rice, Rachele Brooke Smith, Ty Simpkins.


 Filme da Semana na Televisão por Assinatura

“Um Senhor Estagiário”
“Um Senhor Estagiário” é um ótimo filme, além de tranquilo, engraçado no ponto certo e ilustrador.

E é ilustrador porque mostra como a experiência tem muito valor para centralizar pessoas e consequentemente, suas vidas, sejam elas pessoais ou profissionais.

Robert De Niro protagoniza o filme de forma incrível e rouba a cena, apresentando um senhor educado, prestativo, cavalheiro e inteligente, sem em nem um momento se deixar levar pelo drama.

Esse é um ponto que também vai para a diretora Nancy Meyers que trabalha o tema da terceira idade com muita inteligência e realismo, sem ser piegas.

A história começa e é o protagonista Ben Whitaker que se apresenta.

Ele conta que desde que se aposentou e ficou viúvo, tenta preencher o seu tempo com diversas atividades. Já fez curso de pintura, de culinária, aprendeu artes marciais, mas apesar de todas essas atividades ele ainda sentia a necessidade de preencher um vazio, ele precisava se sentir útil.

E foi assim que ele se candidatou para uma vaga de estagiário sênior em uma empresa de e-commerce.

Ele logo consegue a vaga e é destinado a trabalhar junto da fundadora da empresa, Jules Ostin, uma jovem empreendedora que conhece tudo do seu negócio.

Ela iniciou uma loja pela internet e rapidamente teve sucesso e agora reluta em ter um estagiário sênior ao seu lado.

Mas, acontece que Ben é perspicaz e tem um timing perfeito.

“Um Senhor Estagiário” é aquele tipo de filme que você assiste e acaba se sentindo melhor.

Uma comédia leve, bem construída e agradável. Super recomendo.

Domingo, vinte e cinco de dezembro, a partir das 22:00 horas, no Canal HBO.

Ficha Técnica
Título Original:
 The Intern
Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 2 horas e 01 minutos
Ano de Lançamento: 2015
Direção: Nancy Meyers
Elenco: Robert De Niro, Anne Hathaway, Rene Russo, Anders Holm, Andrew Rannells, Adam DeVine, Zack Pearlman, Nat Wolff.


Filme da Semana na Televisão Aberta

“Operação Presente”
Como o Papai Noel consegue entregar bilhões de presentes em uma só noite?

Essa é a premissa dessa excelente animação que chega em boa hora. As crianças estão de férias e a data mais esperada do ano chegou, o Natal.

A animação responde essa pergunta e ainda por cima nos mostra como é a família Noel e como eles fazem para passar o posto de Papai Noel de pai para filho.

A história é muito bonita, tem um roteiro divertido, certeiro e atual.

Na história é mostrado o Natal nos dias de hoje, que tem crianças cada vez mais espertas e ligadas nas inovações tecnológicas e indagam, cada vez mais cedo a possibilidade da entrega desses milhões de presentes em vinte e quatro horas.

Mas, não são só as crianças que estão “antenadas” com a tecnologia, a família Noel também, e faz dela um grande aliado para que a entrega aconteça sem que nem uma criança do mundo fique sem seu brinquedo.

De uma maneira inteligente e divertida o filme mostra esse lado mais tecnológico do procedimento sem deixar de lado a magia do Natal.

É na pessoa de Arthur, o filho mais novo de Papai Noel, que o espírito natalino vive no seu modo mais original.

Arthur sente felicidade com o Natal e por ele vive feliz o ano todo.

E será através dele que toda a família Noel voltará a ser cativada pela magia do Natal.

Domingo, vinte e cinco de dezembro, a partir da 15:34 horas na Temperatura Máxima da Rede Glogo.

Ficha Técnica
Título Original:
Arthur Christmas
Gênero: Animação
Duração: 1 hora e 37 minutos
Ano de Lançamento: 2011
Direção: Sarah Smith
Elenco/Vozes: James McAvoy, Hugh Laurie, Jim Broadbent, Bill Nighy, Imelda Staunton e Ashley Jensen.


 Bom Divertimento! 

Sobre o Autor

Rita Vaz é natural de Curitiba. Graduada em Administração de Empresas. Desde pequena demonstrou paixão pela leitura e por escrever. É uma das autoras do livro “50 Contos por 14 Autores”, “Boas Histórias” e “Das Palavras”. Neste Plantão da Cidade, tem duas colunas. Uma de contos e crônicas e outra de críticas de cinema. Aliás, a paixão pelo cinema também surgiu ainda cedo.

COMPARTILHAR

ENVIE SEU COMENTÁRIO

NOME:
EMAIL:
MENSAGEM:
*Seu comentário será avaliado e aprovado antes de ser publicado. E somente aprovaremos comentários com o nome completo e o e-mail do leitor.
- As informações e conceitos emitidos em colunas, matérias e artigos assinados são de inteira
responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião do Plantão da Cidade.