Nova sede da ACIPG tem contratos de projetos assinados

Com projetos em fase final, maquete deve ser apresentada ainda em 2017

Na semana passada, em reunião da Diretoria da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) aconteceu a assinatura dos contratos entre a instituição e as empresas ponta-grossenses Esfinge Arquitetura e Engenharia, Mísula Engenharia, Linieluz Instalações Elétricas e Irineu Ribicki responsáveis pelos projetos de construção da nova da ACIPG.

O projeto arquitetônico da sede foi escolhido por meio de edital do qual participaram seis empresas (quatro de Curitiba e duas de Ponta Grossa). De acordo com o arquiteto responsável pelo projeto escolhido, Marco Moro, da empresa ponta-grossense Esfinge Arquitetura e Engenharia, o prédio foi desenhado para ser sustentável e pode inclusive pleitear o selo verde, com reaproveitamento de água e painéis fotovoltaicos.

O espaço terá aproximadamente 8 mil metros quadrados de área construída em um terreno situado na avenida Visconde de Taunay, próximo à Prefeitura Municipal. O local contará ainda com estacionamento amplo, auditórios com 240 e 360 lugares, salas para locação e salas de aula especialmente projetadas para educação executiva, nos moldes de escolas de negócios reconhecidas internacionalmente. Além da sede, o plano prevê a construção de um Centro de Eventos e de mais um edifício que ainda terá sua ocupação definida. A ACIPG conta com um terreno com área aproximada de 12 mil m² e a intenção da Diretoria é que a estrutura atenda a demanda da instituição para os próximos 30 anos.

Assinaram os contratos Marco Moro da Esfinge Arquitetura e Engenharia, Mozart Carlos Pinto da Linieyluz Instalações Elétricas, Marcos Anderson Bernardes da Mísula Engenharia, responsável pelos projetos complementares estrutural metálico e de concreto e Irineu Ribicki responsável pelo projeto hidro sanitário e plano de segurança contra incêndios e pânico. De acordo com Nilton Fior, presidente da comissão criada para a construção da nova sede, a fase agora é de compatibilização dos projetos. “É válido salientar que são empresas ponta-grossenses, associadas da ACIPG, com destaque em suas áreas de atuação e considerando que a ACIPG trabalha com recursos dos associados, buscou-se a maior qualificação técnica, com o melhor preço”, disse Fior, que frisou que as empresas já são renomadas não apenas em Ponta Grossa.

Para o presidente da ACIPG, Douglas Fanchin Taques Fonseca, a obra será um divisor de águas na história da instituição, pois além de se tornar uma referência na região, proporcionará ao associado uma melhor estrutura para curso, eventos entre outras atividades. “Estamos economizando ao máximo, trabalhando incessantemente para deixar este legado para nossos associados e nosso município. Dispor de uma nova estrutura, que atenda todas as necessidades da Associação é a nossa missão”, disse Fonseca, que solicitou para as empresas a apresentação da maquete ainda para 2017.

%d blogueiros gostam disto: