Grupo Parananense de Flamenco no Festival de Dança de Joinville

A energia da arte flamenca encanta professores e alunos no maior evento de dança do país

Entre os dias 18 e 29 de julho de 2017, aconteceu a 35ª edição do Festival de Dança de Joinville, o maior e mais importante evento de dança do país. Apesar de ser mais lembrado por outras modalidades de dança, este ano o festival recebeu a energia do Flamenco, a dança típica do sul da Espanha, patrimônio imaterial da humanidade, que conquista aficionados em todo o mundo.

Quem levou o Flamenco para o Festival de Dança de Joinville foi a bailaora e coreógrafa Miri Galeano “La Perlita” e o guitarrista Jony Gonçalves, residentes em Curitiba e diretores do Grupo Perla Flamenca Arte em Movimento. A convite da curadoria do festival, formada por Ana Botafogo, Mônica Mion e Thereza Rocha, Miri e Jony ministraram um curso de quatro dias durante o qual transmitiram a arte, a técnica e a essência dessa dança a qual eles se dedicam com exclusividade há 15 anos.

Segundo Miri Galeano, o público do curso tinha diferentes níveis de experiência na arte flamenca; alguns alunos já haviam feito algumas aulas, mas outros estavam tendo seu primeiro contato com essa dança. Isso, porém, não foi obstáculo para o curso: embora Miri e Jony tenham trabalhado noções básicas de técnica e de buleria (um dos ritmos mais populares do Flamenco), o principal objetivo do curso era transmitir a mensagem da arte e da música, que é compartilhar e expressar os sentimentos próprios da vida, com seus altos e baixos.

E o retorno dos alunos não poderia ter sido mais animador. “Eles ficaram encantados! Fazia tempo que eu não via olhares tão cheios de esperança e vontade de seguir conhecendo o Flamenco. Eles pediam mais, eles queriam mais”, contou Miri Galeano, que também destacou que a organização do Festival foi essencial para que os alunos pudessem aproveitar as aulas com tanta dedicação.

A bailaora de Flamenco ainda ressaltou que o festival permitiu à dupla fazer contato e trocar experiência com vários outros profissionais do ramo, o que torna o evento ainda mais enriquecedor. “É ótimo ver o Flamenco se misturar com outras formas de expressão. Isso abre as possibilidades e os horizontes”, explica Miri Galeano.

Com um profundo sentimento de gratidão pelo convite da curadoria, Miri e Jony contam que se sentiram extremamente honrados por poderem levar um pouco de sua experiência ao evento. “É um incentivo muito especial para os milhares de bailarinos que passam pelo festival”, ressaltou Miri, que está na torcida para que o Flamenco tenha sempre novas oportunidades de participar do Festival de Dança de Joinville.

Sobre o Grupo Perla Flamenca:

Após 15 anos de muita dedicação ao Flamenco no Brasil e no exterior e com o objetivo de sempre difundir esta arte, Miri Galeano “La Perlita” e Jony Gonçalves criaram o grupo “Perla Flamenca Arte em Movimento”. O objetivo do grupo é compartilhar e transmitir a arte a pessoas de qualquer idade, gênero e nacionalidade. Utilizando a linguagem universal da música, o grupo desenvolve diversas atividades, tais como aulas de dança, aulas de violão flamenco, encontros sobre teoria e história do Flamenco, bem como apresentações e workshops com artistas nacionais e estrangeiros.

%d blogueiros gostam disto: