Festival de Música apresenta o theremin, instrumento musical pouco conhecido

O 9º Festival de Música de Ponta Grossa tem trazido diversas novidades ao público. Uma delas é o instrumento chamado ‘theremin’, um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrônicos, controlado sem qualquer contato físico pelo músico. Criado pelo russo Léon Theremin, que patenteou o dispositivo em 1928, o instrumento é controlado através de duas antenas de metal, que percebem a posição das mãos do músico e controlam osciladores de frequência com uma das mãos e com a outra a amplitude (volume), de forma que não seja preciso tocar no instrumento. Os sinais elétricos do theremim são amplificados e enviados para um alto-falante.

O instrumento está sendo apresentado, e tocado, pelo músico ponta-grossense Christian de Sá Quimelli, que é também aluno do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia da UTFPR. Eu seus estudos, Christian pesquisa e aplica novas possibilidades de ensino interdisciplinar, promovendo um enlace entre as matérias de Física, como a acústica e a eletromagnética, e Música, como os parâmetros do som, por meio da compreensão, construção e execução de duas versões de theremin em sala de aula.

Para quem quiser conhecer mais sobre o instrumento, pode acompanhar sua última apresentação no Festival, que acontece nesta quarta-feira, 19, às 20h, no Lounge Musical do Shopping Palladium (Praça de Alimentação). Antes disso, às 16h, o Lounge Musical que fica no Piso Térreo receberá o Recital de Violão com Oswaldo Passos. A programação segue às 19h, no Centro de Música, com os músicos Giampiero Pilatti (Curitiba) e Ralph Biscouto para o Recital de Flauta e Piano. Já na sequência, às 20h, terá o Recital de Percussão Erudita com Leonardo Gorosito (Curitiba). Durante todo o dia acontecem também masterclasses e oficinas para estudantes e amantes de música. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site www.culturapg.com.br.

Na noite desta segunda-feira, os músicos Luís Fernando Diogo e Vinícius Portes, do UM2UO (Curitiba), apresentaram um Recital de Percussão no auditório do Centro da Música. Para Luís Fernando Diogo, promover cultura de maneira acessível deveria ser uma prática constante em qualquer administração pública. “Sabendo das políticas atuais em todo o Brasil, é um privilégio ver esse festival acontecendo aqui em Ponta Grossa e participar dessa história”, afirma.

O evento, realizado pela Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Fundação Municipal de Cultura, tem co-realização da Universidade Estadual de Ponta Grossa, através da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex), patrocínio da Unicesumar, Phono Pub e ACIPG – Napes, parceria da Fecomércio/SESC Paraná, Shopping Palladium, Viação Campos Gerais e Rede Gastronômica dos Campos Gerais, e promoção da RPC.

%d blogueiros gostam disto: