Economia de quase R$ 1 milhão marca última fase do Lago de Olarias

Licitação é finalizada com valor contratual 28% menor do que o preço máximo

Foi publicado no Diário Oficial de quinta-feira (20) o resultado da licitação da última fase do Lago de Olarias. O valor máximo da concorrência era de quase R$ 3,3 milhões, porém o preço fechado ficou em pouco mais de R$ 2,4 milhões – com uma economia que ultrapassa R$ 950 mil.

A empresa vencedora é a Terraplanagem Zabel Ltda, que deverá executar os últimos serviços necessários para a formação da lagoa do Planejamento Ecológico do Arroio Olarias I. Essa é última fase para a entrega do primeiro lago. Ela será custeada com a emenda parlamentar do deputado estadual Hussein Bakri, que conseguiu o recurso a fundo perdido, ou seja, ele não precisará ser reembolsado futuramente como no caso de financiamentos.

Porém, o valor da emenda foi calculado considerando o montante inicialmente estimado para a licitação. O secretário municipal de Gestão Financeira, Cláudio Grokoviski, explica que a diferença de preço não será perdida. “Essa disparidade de pelo menos R$ 950 mil será reprogramada para outras etapas do complexo”, esclarece Grokoviski.

Próximos passos

Segundo a Secretaria de Planejamento, após esta publicação do resultado licitatório ter sido feita nesta quinta-feira (20), está aberto um prazo para possíveis recursos de cinco dias úteis. Decorrido este tempo, o processo é enviado para parecer jurídico, que realiza a homologação para posterior assinatura do contrato. O seguimento é a ordem de serviço, que marca o início das obras da última fase do Lago de Olarias – o prazo de execução é de 180 dias.

A importância do Lago de Olarias

O projeto final prevê um Complexo de Lazer no local, que possui uma área de mais de 130 mil metros quadrados. Porém, o objetivo principal vai bem além do que só entretenimento. Devido à crescente urbanização, a área fica cada vez mais passível a mudanças repentinas de nível, já que recebe um grande volume de água em períodos de chuva. Neste sentido, a obra auxilia na contenção de cheias e na regulação da vazão do arroio. Em relação à mobilidade urbana, nos últimos anos foi realizada a pavimentação da rua Aldo Vergani, que se tornou mais uma opção de acesso à região, funcionando como uma ligação interbairros Oficinas-Uvaranas.

Entenda a obra

O Lago de Olarias foi projetado nos anos 90. A primeira licitação foi realizada em 1997, mas a construção foi iniciada apenas em 2004 – e paralisada pouco tempo depois. Após 10 anos – em 2014 – as obras foram retomadas e divididas em três etapas principais. Segundo o engenheiro fiscal do Lago, Luis Eduardo Striquer, o motivo da divisão foi diminuir o impacto no orçamento, já que não precisaria ser feito um investimento único, além de trazer mais segurança à execução.

A primeira etapa foi finalizada na metade de 2015, e contemplou a barragem e vertedouro da Rua Aldo Vergani. A segunda executou a barragem e vertedouro da Rua Ivo Mendes Barreto, e foi concluída no final do ano passado.

Já a terceira etapa foi subdividida em duas partes: a primeira fase formou o fundo da lagoa, com canais de drenagem, terraplanagem e criação de uma ilha. A segunda e última de todo o processo é a contemplada nesta licitação. Ela deverá formar bordas e canais, o que inclui a execução de gabiões (estruturas de contenção), canais e galerias nas ruas próximas ao complexo.

 

 

%d blogueiros gostam disto: