Danilo Baia aponta desatenção como principal motivo para a derrota na Série D

Com o placar mínimo, o Espirito Santo larga na frente do Operário Ferroviário em busca de uma vaga nas quartas

Com a derrota por 1 a 0 no último sábado (22), contra o Espírito Santo, a palavra-chave em Vila Oficinas é atenção. O Operário agora terá uma dura missão dentro de casa no próximo domingo. Para conseguir a vaga, o alvinegro precisará de uma vitória com dois gols de diferença para se classificar sem a disputa de pênaltis.

Titular da equipe no primeiro jogo, o lateral Danilo Baia declara que faltou concentração para o Operário dentro do jogo, já que segundo ele o fantasma dominou a partida. “Deixamos uma bola sobrar para eles dentro da área, e ai eles fizeram o gol, e nós nos descuidamos, já que era pra nós termos saído da área”, pondera.

Ainda falando do desempenho do time em Cariacica, Báia considera que o Operário não conseguiu ser efetivo no ataque e que as chances de gol nessa fase do campeonato não podem ser desperdiçadas. “Perdemos alguns gols que não podem ser perdidos, e a gente sempre cobra isso, se tem oportunidade, tem que matar a jogada. Em ‘mata-mata’ não dá para desperdiçar essas chances”, destaca.

Como lição para a próxima partida, o lateral acredita que o grupo precisa entrar com uma postura mais atenta no Germano Kruger e aproveitar os bons momentos que tem na partida. “Nós fizemos um primeiro tempo ruim e isso custou caro. No entanto, conseguimos voltar bem para o segundo tempo, sufocamos o time deles e eles não jogaram. Para o próximo jogo temos que jogar atentos e conseguir essa vaga”, comenta.

O jogo de volta das oitavas de final será no próximo domingo (30) no Germano Kruger, às 15h30. Os ingressos para a partida continuarão com preços promocionais de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia) até o sábado (29).

Texto e Fotos: RBM Assessoria

%d blogueiros gostam disto: