Cruz Vermelha vai administrar Hospital Ana Fiorillo Menarim em Castro

A Cruz Vermelha Brasileira, filial do Paraná, vai administrar o Hospital Ana Fiorillo Menarim e prestar serviços hospitalares para o município. A concorrência pública foi homologada nesta quarta-feira (23). O contrato de concessão é válido por dez anos, prorrogável por igual período. O processo de transição iniciará após a assinatura e publicação do contrato, que deve acontecer nos próximos 15 dias. A entrega oficial do hospital à população será no dia 11 de outubro.

A empresa pagará R$ 25 mil por mês para utilização do espaço e dos equipamentos já instalados, terá 180 dias para ativar o centro cirúrgico e até dois anos para implantar nove leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Mensalmente, a Prefeitura poderá pagar até R$ 700 mil pelos serviços de internamentos e cirurgias prestados aos munícipes.

Investimentos

A atual administração investiu R$ 253 mil com recursos próprios para readequação do centro cirúrgico, ala de imagem, Pronto Socorro, quartos e banheiros, pintura, recapeamento asfáltico, jardinagem e paisagismo. Outros R$ 100 mil serão investidos para a pintura externa do prédio e ainda R$ 350 mil para readequação do hospital de acordo com as normas de segurança do Corpo de Bombeiros. Já estão prontos a ala para pacientes de cirurgia e 14 quartos que receberam pintura, reforma nos banheiros e camas novas.

O município também garantiu recursos do Estado na ordem de R$ 4,3 milhões para compra de equipamentos como tomógrafo, ultrassom morfológico e Raio X, entre outros.

Atualmente, o Hospital Ana Fiorillo Menarim conta com 45 leitos sendo 26 para clínica médica e outros 19 para maternidade. Futuramente, disponibilizará três centros cirúrgicos, 120 leitos e vai oferecer procedimentos de média complexidade como cirurgias eletivas.

Parceria

A secretária municipal de Saúde de Castro, Maria Lidia Kravutscke, destacou que a expectativa é de uma grande parceria com a Cruz Vermelha. “Esperamos que atenda a necessidade dos usuários da saúde, com atendimento humanizado para que os castrenses se sintam acolhidos. Da mesma forma, a gestão acolhe a Cruz Vermelha com grande responsabilidade”, disse.

O prefeito Moacyr Fadel Junior destacou que devolver à comunidade o hospital em plenas condições de funcionamento é uma grande conquista para todos os castrenses que terão no município o atendimento que atualmente precisam buscar em outras cidades. “Investimos pesado para devolver o hospital à nossa população e ampliar a oferta de serviços. Reformamos as alas e compramos equipamentos. Hoje, muitos precisam se deslocar para fazer exames e cirurgias que em breve poderão fazer aqui. Isso significa mais qualidade de vida para as pessoas. A Cruz Vermelha é uma instituição respeitada e tenho certeza que fará um excelente trabalho. É uma nova história para a saúde de Castro”, disse.

Cruz Vermelha

A Cruz Vermelha Brasileira é uma das 190 Sociedades Nacionais que compõem o Movimento Internacional de Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho. Fundada em 5 de dezembro de 1908, é constituída com bases nas Convenções de Genebra, das quais o Brasil é signatário. É uma associação civil, sem fins lucrativos, de natureza filantrópica, independente, declarada pelo governo brasileiro de utilidade pública internacional, de socorro voluntário, auxiliar dos poderes públicos e, em particular, dos serviços militares de saúde. Tem como missão atenuar o sofrimento humano, sem distinção de raça, religião, condição social, gênero e opinião política.

Iniciou as atividades no Paraná em 1917 e atualmente presta serviços para o governo do Estado do Paraná e para a Prefeitura Municipal de Curitiba.

%d blogueiros gostam disto: