Crianças do CMEI Valter Elias recebem craques do Operário

Jogadores do Fantasma campeões da Série D do Brasileirão foram recebidos com festa pelas crianças do CMEI Professor Valter Elias, na Vila Congonhas

De Vila Oficinas para a Vila Congonhas, no Bairro Contorno. As crianças do Centro Municipal de Educação Infantil  Professor Valter Elias receberam uma visita ilustre na tarde desta quinta-feira. O técnico do Operário Ferroviário Esporte Clube, Gerson Gusmão, e os atletas Peixoto, Chicão e Serginho Paulista estiveram no CMEI para receber homenagens das crianças e professoras.

Para o clube, uma forma de receber o carinho dos pequenos torcedores. Para a escola, uma atividade lúdica e que amplia o horizonte das crianças. Os 88 pequenos alunos municipais, de 04 e 05 anos, prepararam cartazes, pintaram bandeiras do Fantasma e fizeram uma apresentação com o hino do clube. Os jogadores receberam cartas carinhosas dos alunos, tiveram com eles um bate-papo sobre o futebol e jogaram bola com as crianças.

Segundo a diretora Suelen Hoffmann Bojko, Os objetivos do CMEI são incentivar a prática de esportes, valorizar junto aos alunos a conquista da cidade e, também, incentivar a formação de torcedores para o time de Ponta Grossa. “Nós trabalhamos o esporte através de seu lado lúdico, mostrando para as crianças tudo o que há de positivo nas modalidades. Por meio das visitas dos profissionais, ampliamos ainda mais o entendimento deles e mostramos o quanto o esporte é importante para todos”, conta a diretora.

Como canta a torcida do Operário, toda a força da nossa torcida é deixada de pai para filho. Para o técnico do Alvinegro, algo que pode ser percebido no dia a dia da cidade e nas visitas dos jogadores. “O Operário tem uma história muito bonita, que é passada de pai para filho, e o carinho das crianças é um reflexo disso. Eles serão os torcedores do futuro e muitos já vão ao estádio”, diz o treinador. Peixoto, entre as crianças, se destacava somente pelo tamanho – divertia-se tanto quanto elas. “Na verdade a gente fica até mais feliz do que as crianças. É muito bom receber este carinho delas, é um reconhecimento daquilo que a gente faz pelo clube e pela cidade”, diz o lateral do Fantasma.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: