Corinthians se Classifica nos pênaltis e Vai à Final

O primeiro jogo está marcado para sábado, às 16h30 (de Brasília)

O jogo foi bastante disputado na Arena Corinthians, com um São Paulo muito diferente da postura apresentada durante todo o Campeonato Paulista, mas, no fim, falou mais alto a força do time alvinegro dentro da sua casa. Aos 47 minutos da etapa final, quando a vaga são-paulina parecia encaminhada, Rodriguinho marcou de cabeça e deu a chance de Cássio pegar dois pênaltis, assegurando a vaga corintiana na final.

Com o resultado, o clube do Parque São Jorge agora encara a equipe do Palmeiras na final da competição. O primeiro jogo está marcado para sábado, às 16h30 (de Brasília), novamente na Arena, com a segunda partida agendada para o dia 8, no Allianz Parque. O time tricolor, por sua vez, terá duas semanas de treinamento até a estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Paraná, no dia 16, no estádio do Morumbi.

Jogo muito pegado e pouco jogado

O primeiro tempo começou com o São Paulo marcando de forma adiantada, dificultando a saída de bola corintiana. Apostando em uma pressão, principalmente quando Fagner era acionado pelo lado direito, o time tricolor conseguiu travar os lances corintianos e se manteve tranquilo com o 0 a 0, fazendo a temperatura se elevar somente quando Gabriel tirou a bola de Trellez, que estava no chão, causando um princípio de confusão em Itaquera.

Em termos de chances de gol, a inicial saiu em escanteio cobrado por Nenê, que tentou surpreender Cássio ao bater direto para o gol. O goleiro alvinegro, no entanto, conseguiu salvar em cima da linha. Na resposta, após outro escanteio, Emerson Sheik dominou bola na segunda trave e conseguiu chutar, mas acabou mandando por cima do gol de Sidão, arrancando gritos de “uh” dos presentes à arena.

Com o São Paulo baixando sua marcação, quase que naturalmente, para aguentar o ritmo da partida, o Corinthians rondou a área adversária por diversas vezes, mas não conseguiu entrar. Em resposta pontual, Trellez ganhou de Pedro Henrique e só não parou dentro do gol porque Cássio saiu muito bem da sua meta. Pouco depois, Sheik viu cruzamento de Fagner passar por Rodriguinho e sobrar limpo para ele chutar. A bola, no entanto, foi para a arquibancada.

Preocupado com os avanços corintianos, Diego Aguirre pediu seguidas vezes para os seus comandados avançarem a marcação e não deixarem o Alvinegro ficar tanto tempo com a bola. Em uma rara jogada trabalhada do seu time, ele quase foi para o itnervalo em vantagem. Liziero recebeu na entrada da área e entrou driblando até a linha de fundo. O volante cruzou, a zaga não afastou e Militão bateu forte, exigindo outra boa intervenção de Cássio.

Fonte:(Informações Terra)/Foto: (Djalma Vassão/Gazeta Press)

%d blogueiros gostam disto: