Coluna Politica & Cotidiano – Quinta-feira, 10/08/2017

Sem carne para crianças na segunda

Projeto de Lei do vereador George Luiz de Oliveira (PMN) propondo a substituição em um dia da semana a carne por proteína vegetal ou frango e peixe nas escolas municipais ainda não passou pelas comissões internas e já provocou reações contrárias da população, principalmente nas redes sociais.

Ele atribui esse insucesso antecipado devido à á interpretação errônea à que foi induzida a população. Alguns órgãos de imprensa mencionaram que ele estava retirando a carne (o bifinho) das crianças às segundas-feiras. Na verdade, frisa o vereador, ele pede a substituição por carne branca ou proteína vegetal, o que alguns noticiários não informaram. O fato de a comentarem que seria às segundas-feiras fica por conta do programa “Segunda sem carne”, que já está em vigor em 35 países.

Alguns assessores do vereador acreditam que toda a celeuma reside no fato de a matéria ser proposta por George, oportunizando a seus adversários a provocar toda a confusão.

O parlamentar publica nota esclarecendo os eleitores sobre o tema e afirma que irá retirar o projeto se a opinião pública se mantiver contrária, mas ele acredita que, desfazendo-se o mal entendido, a maioria dos ponta-grossenses será favorável.

Sensação de insegurança

Os vereadores manifestaram-se na Sessão Ordinária dessa quarta-feira, 9, com relação à falta de segurança por que passas os ponta-grossenses. Muitos comentaram o arrastão promovido por oito indivíduos jovens, quatro deles armados com revólver, contra funcionários e clientes do Boteco da Visconde, localizado na Visconde de Sinimbu, São José, nesse final de semana.

Não se contentaram os meliantes em subtrair dinheiro e pertences dos presentes. Agrediram dois deles, apanharam as chaves dos veículos, evitando assim uma perseguição, e roubaram um Ford Ka, com o qual escapuliram em sentido ignorado.

O vereador Florenal (PODEMOS) declarou que já passou por momentos tensos sob a mira de revólveres juntamente com familiares em sua própria residência quando ladrões a invadiram. Seu estabelecimento comercial, situado em Uvaranas, também já foi alvo de assaltantes, não somente em uma oportunidade.

Recentemente, uma família foi rendida por um elemento que bateu à porta da moradia armado de faca. Trancafiou todos no banheiro e fugiu levando dinheiro e eletrodomésticos. Esse roubo verificou-se na Vila Berta, no bairro de Uvaranas. Somam-se a essa ocorrência outras cinco: Jardim Los Angeles, Jardim Sabará, Caracará e outras duas na área de Uvaranas mais próxima ao centro da cidade.

Mercado da F família

A Secretaria Municipal de Abastecimento fechou o Mercado da Família do Santa Mônica. O fato deu-se no início do mês. Segundo a direção da Pasta, o encerramento das atividades aconteceu devido à inviabilidade econômica. O baixo faturamento provocou a medida, alega-se.

Já os moradores dizem que o movimento não era baixo e que o baixo desempenho financeiro tinha como causa a ausência de inúmeros itens nas prateleiras.   Sem os produtos, obviamente, as pessoas cadastradas seguiram para outros pontos comerciais.

Corregedoria

A Corregedoria da Câmara Municipal recebeu nessa quarta-feira, 9, a indicação por parte de líderes partidários os nomes que irão integrá-la. Além do presidente, Pietro Arnaud (REDE), eleito no início da Legislatura passam a fazer parte do órgão que tem por missão reprimir comportamento de parlamentares não condizente com a Ética, os vereadores Pastor Ezequiel (PRB), Vinícius Camargo (PMB), Paulo Balasin (PODEMOS), George Luiz de Oliveira (PMN). Os suplentes são Florenal (PODEMOS) e Felipe Passos (PSDB).

%d blogueiros gostam disto: