Castro terá tropeada comemorativa

Dentro das comemorações de 40 anos do Museu do Tropeiro, está confirmada a reabertura da exposição “Tropeirismo” para o próximo sábado, (10), com a realização de uma tropeada pela antiga “Rua das Tropas”, por onde circulavam centenas de animais que deram origem a cidade de Castro.

Essa passagem é atualmente a Rua Dr. Jorge Xavier da Silva, a principal rua do comércio castrense. São esperados cavaleiros de toda a região dos Campos Gerais para relembrar o movimento do tropeirismo que foi o principal ciclo de desenvolvimento econômico e social da região sul e sudeste do Brasil.

A tropeada era a viagem feita pelos tropeiros quando saíam do Rio Grande do Sul e percorriam os caminhos de Santa Catarina e Paraná até chegar a São Paulo, onde eram vendidas as mulas na cidade de Sorocaba em uma grande feira. Esse movimento contínuo propiciou o surgimento de cidades como Castro, Ponta Grossa, Lapa e Jaguariaíva, entre outras.

A tropeada comemorativa terá início em frente ao 5º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, às 9h30, seguirá pela Rua Romário Martins até o Rio Iapó, segue pela Dr. Jorge até Praça Teotônio Marcondes (praça do cavalo), retorna pela Rua Cipriano Marques até a antiga Câmara Municipal, terminando em frente ao Museu do Tropeiro, na Praça Sant’Ana do Iapó, onde acontecerá a cerimônia da reabertura oficial do museu.

“A tropeada vai resgatar um pouco do tropeirismo que referenciou o nascimento de Castro e será uma forma de aproximar a sociedade com a história do nosso município”, disse o diretor de Cultura, Augusto Beck da Prefeitura Municipal de Castro.

%d blogueiros gostam disto: