Câmara aprova política de incentivo a músicos locais

Proposta de Geraldo Stocco (Rede) e Rudolf ‘Polaco’ (PPS) exige a participação de artistas locais na abertura de show financiados por recursos ou realizados em espaços públicos.

Ponta Grossa deve ganhar, nos próximos dias, políticas públicas de incentivo à cultural local. A Câmara aprovou, durante a sessão de segunda-feira (30), um projeto de lei que exige que show financiados por recursos públicos ou realizados em espaços públicos tenham a participação de um artista, banda ou grupo musical de Ponta Grossa.

O projeto ‘Novos Talentos’ foi protocolado em agosto pelos vereadores Geraldo Stocco (Rede) e Rudolf ‘Polaco’ Christensen (PPS) e acabou aprovada após discussão da casa de leis. A medida ainda deve ser votada em segunda discussão e, caso novamente aprovada, segue para sanção do prefeito Marcelo Rangel (PPS).

A proposta, de acordo com Stocco, foi criada por conta da dificuldade de um artista local em conseguir visibilidade, além de garantir incentivos que contribuam para o aumento no número de apresentações. “A proposta faz com que as pessoas conheçam as bandas ‘pratas-da-casa’, além de divulgar o trabalho dos músicos também para empresários e artistas de nível nacional”, explica.

De acordo com o documento, a forma de seleção das bandas, cantores os grupos musicais ficaria a critério do próprio diretor artístico ou a produção do show – desde que obedeça os critérios descritos na lei: artistas que residem em Ponta Grossa. Caso não seja possível cumprir a medida, abre-se a possibilidade de utilizar músicos que residem no Paraná. O descumprimento da medida obriga a devolução dos recursos públicos obtidos para a realização do evento, além de multa de 200 valores-referência (VRs) – algo em torno de R$ 15,1 mil.

Segundo Rudolf, o projeto foi discutido com músicos locais, para garantir que ele atenda à comunidade cultural. “Alguns artistas deram ideias para a elaboração da proposta. Pensamos em um trabalho coletivo para que todos saíssem ganhando. O objetivo é incentivar a cultura local”, conta.

O projeto de lei, de nº 214/2017, deve ser votado em segunda discussão já nos próximos dias.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: