ACIPG busca na UTFPR retorno de cursos técnicos

Implantação do Instituto Federal do Paraná será a saída para PG

Diretores da Associação Comercial, Industrial e empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) estiveram na terça-feira (7), na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Campus de Ponta Grossa, em reunião com o diretor geral Antonio Augusto de Paula Xavier, para solicitar o estudo do retorno de cursos técnicos para a instituição, devido a demanda crescente no setor da indústria.

Compareceram na reunião o presidente da ACIPG, Douglas Fanchin Taques Fonseca, a diretora de Responsabilidade Social, Indianara Prestes Mattar Milleo, o membro do Conselho dos Representantes, Wilson Souza de Oliveira, o vereador Victor Hugo de Oliveira e do diretor da Sala de Qualificação, da Secretaria Municipal de Industria, Comércio e Qualificação Profissional, Emerson Corrêa.

O presidente da ACIPG comentou que mesmo com os cursos profissionalizantes existentes no município, existe ainda, principalmente na indústria, a carência de qualificação técnica para o setor. O vereador que está licenciado, mas que ocupava até o mês passado, a função de diretor da Sala de Qualificação, Victor Hugo, comentou que parte das vagas disponibilizadas pela Agência do Trabalhador não são ocupadas por falta de qualificação, justificando a vinda de mais cursos técnicos para Ponta Grossa.

O diretor da UTFPR relatou que não há possibilidade estrutural, de pessoal, nem legal para ter cursos técnicos na instituição que só pode oferecer curso em nível superior. “Quando em 2005, a mudança estrutura migrou do ensino médio técnico para o ensino superior e junto ao Ministério de Educação, passou a ser atendido pela Secretaria de Ensino Superior, ao invés da Secretaria de Ensino Médio e Técnico. Com isso, o quadro de professores de ensino técnico tiveram as vagas extintas a vagar”, explicou Xavier que não teriam professores para esta finalidade.

Xavier reconhece a necessidade de mais cursos técnicos em Ponta Grossa, porém vê esta possibilidade apenas pela implantação de um Instituto Federal (IF) no município, como outros nos Campos Gerais, situados em Telêmaco Borba, Jaguariaíva e Irati. “O segmento básico e técnico ficou a cargo do Instituto Federal, se nós pudéssemos, ofertaríamos com o maior prazer, pois eram cursos consagrados”, disse o diretor.

Por orientação de Xavier, a solicitação deve ser encaminhada para a Reitoria do IF no Paraná, em Curitiba,para que então a solicitação seja encaminhada para o Ministério da Educação. O presidente da ACIPG, juntamente com os demais participantes, aceitou a sugestão e afirmou que o trabalho continua na busca de ampliar a quantidade de ensino técnico gratuito para Ponta Grossa. “Temos que atender esta demanda e por isso entraremos em contato com a Reitoria do IF no Paraná para mais informações, como também contaremos com o auxílio dos deputados federais da região”, disse Fonseca.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: